AZUL CARBA

AZUL CARBA

Detecção rápida de carbapenemases direto de placas de cultivo.

 Os carbapenêmicos são antimicrobianos de último recurso para o tratamento de infecções bacterianas.

O aumento da resistência a estes antimicrobianos tornou-se o maior problema de saúde pública nos dias atuais.

As carbapenemases são as β-lactamases de maior relevância clínica entre os bacilos Gram negativos, constituindo-se no principal mecanismo de resistência em enterobactérias.

Capazes de hidrolisar não somente antibióticos carbapenêmicos, mas também os demais anéis beta-lactâmicos presentes nas cefalosporinas, penicilinas e monobactâmicos.

Atualmente três classes de carbapenemases são encontradas em enterobactérias. As metalobetalactamases, sendo os tipos IMP, VIM e NDM, as mais frequentes em enterobactérias.

As oxacilinases (OXA-48) e as carbapenemases do tipo KPC.

 

APRESENTAÇÃO:

– 02 frascos de 06 ml de Solução Azul de Bromotimol à 0,04% pH 7,0;

– 08 frascos de Imipenem 3mg.

 

CONTROLE DE QUALIDADE

 

No teste de eficiência utiliza-se as seguintes cepas padrão:

 

Klebsiella pneumoniae ATCC BAA1705  –  CONTROLE POSITIVO

Stenotrophomonas maltophilia ATCC BAA2423  –  CONTROLE POSITIVO

Citrobacter freundii ATCC 8090  –  CONTROLE POSITIVO

Escherichia coli ATCC 25922   –  CONTROLE NEGATIVO

INTERPRETAÇÃO:

COR:    TUBO CONTROLE (AZUL DE BROMOTIMOL)

 

COR:     TUBO TESTE

(AZUL DE BROMOTIMOL /IMIPENEM)

INTERPRETAÇÃO
AZUL AMARELO CARBAPENEMASE POSITIVO
AZUL VERDE CARBAPENEMASE POSITIVO
VERDE AMARELO CARBAPENEMASE POSITIVO
AZUL AZUL CARBAPENEMASE NEGATIVO
VERDE VERDE CARBAPENEMASE NEGATIVO
AMARELO AZUL, VERDE OU AMARELO TESTE INVÁLIDO

 

Tempo de reação para cada mecanismo:

KPC: 2 a 30 minutos;

MBLs (VIM, IMP, SPM): 30 a 60 minutos;

OXAs e NDM: 60 a 120 minutos.

 

 

 

 

 

Share this